Home / Academia / GINÁSTICA ARTÍSTICA

GINÁSTICA ARTÍSTICA

Definição de ginástica artística

A ginástica artística é um ramo da ginástica geral que se caracteriza por ser praticada tanto por homens quanto por mulheres em uma ampla variedade de dispositivos ou atuando em uma superfície com um design especial para a prática desta disciplina.

O esporte foi incluído como esporte olímpico, no ano de 1896, embora até então, fosse praticado apenas por homens.

Ginástica artística

Os atletas, tanto masculinos como femininos, caracterizam-se pela excelente flexibilidade, mobilidade, força e coordenação muscular, que, independentemente do treino, são ferramentas muito importantes para os ginastas, pois o seu sucesso depende disso.

O treinamento e a preparação que os ginastas devem realizar, durante sua vida para ter um ótimo nível durante as competições é dividido entre fases e estágios.

Durante a primeira fase, que abrange os primeiros 10 anos do atleta, e quando conhecida as capacidades físicas possuídas por ele. Durante este período é ensinado a base técnica da ginástica artística.

Na segunda etapa, um período em que a preparação inicial especial para ginastas é feita, depois de ser realizado os movimentos de formação e combinações mais complexas.

Toda esta fase pode variar de 10 a 15 anos, aonde a parte prática do ginasta é estabelecida.

Finalmente, há o estágio que vai de 16 a 19 anos de idade e no qual todo o conhecimento adquirido até agora e o preparo físico são aperfeiçoados, além disso, todo o treinamento altamente complexo do movimento é seguido.

Os aparelhos podem variar de acordo com a categoria que representa a ginasta (masculina e feminina).

Na categoria masculina os aparelhos são os seguintes:

– Salto sobre o cavalo: é o teste mais curto e consiste em saltar em uma plataforma disposta no final de uma trilha de 25 metros de comprimento, isso é feito com a ajuda de um trampolim que fica logo antes do cavalo.

O atleta deve realizar saltos e piruetas enquanto estiver no ar.

– Solo: uma rotina deve ser realizada pelo atleta que contém torções, saltos e piruetas de grande dificuldade, tudo isso em uma pista de 12 por 12 metros.

– Argolas: são dois anéis dispostos em uma superfície, a 2,75 metros do solo, o atleta deve segurar as argolas e realizar movimentos de força e controle.

– Barras fixas: o atleta deve realizar o equilíbrio e forçar o movimento, pegando uma barra a 2,8 metros do solo com as mãos, fazendo curvas e acrobacias.

– Cavalo com alças: é uma estrutura em forma de animal em que duas alças são montadas.

Esta estrutura é organizada a uma altura de 1,6 metros, o ginasta deve realizar o movimento circular das pernas, você deve levar os anéis com as mãos.

– Barras paralelas: o ginasta deve realizar acrobacias em duas barras que estão a uma distância de 1,75 metros de altura, ambas as barras devem ser utilizadas pelo atleta.

Ginástica artística

Por outro lado, no ramo feminino, os aparelhos são os seguintes:

– Trave de equilíbrio: Os atletas devem realizar acrobacias e movimentos de dança, onde pelo menos duas piruetas voadoras estão incluídas, todas em uma plataforma de 1 dm de largura e 5 metros de comprimento.

– Barras assimétricas: duas barras, a menor é disposta no chão a uma altura de entre 1,4 e 1,6 metros de altura e a maior tem 2,4 metros de altura com uma abertura entre eles 1 rotina medidor.

As ginastas devem ser contínuas e devem alternar entre uma barra e outra, fazendo movimentos de força e equilíbrio.

O solo e o salto do cavalo, são as outras duas disciplinas praticadas pelo gênero feminino e possuem as mesmas características do ramo masculino da ginástica artística.

Sobre rafael

Veja Também

Academia para a terceira idade

Temos que quebrar esse tabu de achar que a academia são apenas lugares para pessoas …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *