Home / Artes Marciais / Jiu-jitsu no Brasil

Jiu-jitsu no Brasil

O Jiu-jitsu no Brasil é uma modalidade de luta que acabou se consolidando no ano de 1914, e o motivo disso acabou sendo justamente o empenho e também os conhecimentos do japonês Mistuyo Maeda!

Eles estavam assistindo e acompanhando uma turnê realizada na América do Norte e Central e acabou tendo a oportunidade de apresentar, de forma especial, seus maiores conhecimentos em artes marciais – algo que ele já tinha amplo reconhecimento em diversos outros países.

As duas artes que Maeda tinha maior domínio era o Judô e o Jiu-jitsu foram suas artes escolhidas para ele apresentar em competições esportiva, o que lhe permitiu de imediato causar uma excelente primeira impressão.

Maeda era chamado popularmente de Conde Koma, e foi assim que construiu sua fama durante o decorrer dos anos! Ele também escolher a região de Belém do Pará para morar e sempre se manteve ativo no universo das artes marciais!

E isso tanto é verdade que ele acabou sendo instrutor de uma outra personalidade do Jiu-jitsu no Brasil – ninguém mais, ninguém menos do que Carlos Gracie!

Jiu-jitsu no Brasil – a família Gracie tem um papel fundamental na divulgação e consolidação da arte marcial no país!

Embora Carlos Gracie tenha sido aluno de Maeda, ele não foi o grande responsável em fazer com o que Jiu-jitsu no Brasil foi amplamente difundido!

Isso ficou a cargo do seu irmão Hélio, que se dedicou a elaborar sua técnica própria! Sua técnica tinha como base central o uso de alavancas, que nada mais são do que golpes aplicados com o peso do próprio adversário.

Para Hélio esse sistema eras considerado muito mais eficiente, principalmente quando realizado no chão. Para ele, esse momento quando o peso do corpo atinge sua maior força poderia ser vital para vencer um embate!

E ele estava certo! Tanto que essa foi uma de suas maiores contribuições para o Jiu-jitsu no Brasil, sendo essa técnica difundida até os dias atuais!

As técnicas brasileiras contribuem para favorecer o lutador que seja considerado fisicamente mais fraco do que se oponente!

Um dos grandes aspectos que chama a atenção do Jiu-jitsu no Brasil em outros países consiste na possibilidade de se recorrer a técnicas que permitam fazer com que o tenha um excelente desempenho quando enfrenta um oponente mais robusto – mesmo que o lutador seja fisicamente mais “fraco”.

E isso se dá basicamente porque durante as competições esportivas, o atleta brasileiro se destaca no quesito agilidade dos movimentos – sem contar as técnicas que acabam se tornando um enorme diferencial durante um embate!

Um bom exemplo desse fator pode ser associado a um dos golpes mais famosos até hoje, chamado de David e Golias. Esse golpe é formado pelo uso das pernas, de forma que se consiga prender o pescoço do adversário, bem como o seu ombro. Trata-se de uma imobilização quase imbatível!

Ao apostar nessa técnica, o lutador que seja considerado menor acaba conseguindo tirar totalmente a reação do oponente, deixando a luta equilibrada!

Vale a pena aprender Jiu-jitsu no Brasil!

Essa arte marcial acaba sendo muito recomendada para quem está querendo entrar em forma e ainda garantir mais bem-estar no seu dia a dia, uma vez que poderá ser efetiva para contribuir com a perda de peso e até mesmo ajudar a definir o corpo, principalmente da região abdominal.

O esporte ainda é bastante indicado tanto para crianças como também para as mulheres, contribuindo para uma boa formação da postura e ainda mais respeito mútuo!

O Jiu-jitsu no Brasil é uma luta que sempre se manteve em voga nas academias nacionais, e quem está querendo apostar em uma luta marcial, certamente poderá recorrer a ela!

 

 

 

Sobre rafael

Veja Também

Muay thai – Conheça os golpes

O Muay thai é uma arte marcial Tailandesa que está fazendo muito sucesso no Brasil, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *